Término de relacionamento: como lidar?

Como lidar com o término de relacionamento

Feliz daquele que passou pela vida sem experimentar a terrível sensação da “fossa” ou de tomar um “pé na bunda”. O período conturbado, caracterizado por um término de relacionamento, é, muitas vezes, representado por muito choro, drama, raiva e mágoas. Ocasionalmente, comportamentos irreconhecíveis podem surgir, atitudes que nos fazem ter vergonha após superado o “luto”.

Essa dor toda que sentimos quando o conto de fadas acaba tem explicações científicas. Segundo pesquisas, o amor desencadeia reações cerebrais nas mesmas regiões que as drogas, como cocaína e cigarro, por exemplo. Por isso, sofremos tanto com a abstinência da pessoa amada.

O problema é comigo, não com você

Será que é desculpinha esfarrapada ou essa máxima pode ser verdadeira? Saiba que é comum as pessoas enfrentarem uma certa crise de identidade. Afinal, relacionamento é sinônimo de entrega, aprendizado e crescimento. Dificilmente a pessoa que entra em um namoro é a mesma após um tempo. São muitas mudanças, tanto de perfil quanto de comportamento. Quando nos deparamos novamente com o “eu” e buscamos resgatar nossa identidade, ficamos com algumas dúvidas.

Como lidar com o término de relacionamento
Como lidar com o término de relacionamento

É preciso lembrar que cada relacionamento possui particularidades. Fatores como o tempo e tipo da relação, idade e sexo das pessoas são importantes para compreender as peculiaridades e a forma como cada pessoa lida com o término de namoro. Em relacionamentos mais autoritários, o término é visto como um alívio. Já para casais de longa data, com famílias envolvidas ou que tenham mesmo grupo de amigos, tende a ser mais difícil de aceitar que as coisas acabaram.

Foque em si mesmo

Mas lembre-se, querido leitor: você e seus sentimentos é que precisam falar mais alto. Costumo dizer que, nesse momento, é necessário ser meio “egoísta”. Não literalmente, mas sim no sentido de que é preciso preservar-se, cuidar de si, pensar no que lhe faz bem. Lidar de maneira incorreta com o fim de uma relação pode atrapalhar sua rotina e dificultar algumas atividades antes prazerosas. Além disso, pode afastá-lo dos amigos e tirar a concentração dos estudos e trabalho.

Seguindo em frente

Como lidar com o término de relacionamento

É, meu amigo, pode se preparar! A partir de agora, palpites e frases prontas do tipo “o tempo cura”, “o tempo é um senhor remédio” e todo aquele blá blá blá não faltarão na sua vida.  É inegável que o tempo é um ótimo aliado nesse processo. Mas eu não recomendaria ficar sentado em frente à TV, assistindo a filmes tristes e se empanturrar de fast food. Curtir aquelas músicas que parecem ser feitas sob medida para o momento podem não ser a melhor escolha.

É necessário tomar algumas atitudes para superar e seguir em frente. Faça isso nos primeiros dias, afinal, a dor precisa ser sentida. Depois, siga em frente, procure sair da inércia.

Recorrer aos amigos pode ser uma ótima saída. Mesmo que muitos deles sintam-se um pouco afastados por conta do seu namoro, acredite: amigos de verdade estarão prontos para te ajudar. Além disso, procure formas de se distrair, faça exercícios físicos, aulas de dança e meditação. Isso ajuda o seu cérebro a produzir dopamina, um neurotransmissor essencial para a motivação.

Procure ajuda

Não há problema algum em admitir que você precisa de ajuda. Um erro muito comum de pessoas que estão tentando superar um término de relacionamento é recorrer ao álcool. Ou, muitas vezes, a relacionamentos desprotegidos. Eles podem ser um alívio imediato, mas são um risco grande. Além de perigosos, geralmente vêm acompanhados do que costumo chamar de” ressaca moral”.

Pesquisadores da Universidade de Michigan, nos EUA, constataram que um término de namoro provoca reações em nosso cérebro nas mesmas áreas responsáveis pelas dores físicas. Ou seja, realmente dói. Um psicólogo é um profissional experiente e capacitado a lidar com esses tipos de transtornos típicos da vida. Confiar em um tratamento é importante para passar por esse processo de forma saudável, sem afetar a sua saúde e comprometer o futuro.

Como lidar com o término de relacionamento

Então se está passando por esse momento complicado fim de um relacionamento, saiba que eu posso lhe ajudar! Entenda que você não está sozinho: estamos juntos na luta pela superação desse problema. Não fique envergonhado, todo mundo está suscetível a passar por isso em alguma fase da vida. Venha ao meu consultório para batermos um papo amigável, sem compromissos.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *